AUXÍLIO-DOENÇA

Se você está incapaz parcial e temporariamente para o trabalho, possui a carência de 01 (um ano) exigida pelo INSS e é segurado da Previdência Social, você faz jus a este benefício. O auxílio-doença não pode ser cessado enquanto a incapacidade permanecer.

PENSÃO POR MORTE

A pensão por morte é concedida ao dependente do segurado que falecer. São inclusas neste rol: os filhos menores de 21 anos ou inválidos, cônjuge, pais, irmãos não emancipados ou inválidos Também tem direito à pensão os companheiros ou companheiras que viviam em união estável.

APOSENTADORIA POR IDADE

Consegue o benefício o homem que tenha 65 anos de idade e a mulher que tenha 60, porém, para quem completa esta idade no ano de 2013, é necessária comprovar o recolhimento de 180 (cento e oitenta) meses. Quem completou a idade nos anos anteriores tem que comprovar um tempo menor.

APOSENTADORIA POR CONTRIBUIÇÃO

Atualmente, o tempo de contribuição exigido para o homem se aposentar integralmente é de 35 anos de contribuição. A mulher tem o direito com 30. Não há idade mínima exigida, porém, requer uma análise profunda da situação com elementos que podem modificar o quadro do segurado, como por exemplo: trabalho nocivo, insalubre ou periculoso e a aplicação do Fator Previdenciário, que é um diminuidor da renda mensal do aposentado.

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

Caso a incapacidade para as atividades do segurado seja considerada total e permanente, será concedida a Aposentadoria por Invalidez. Note que o INSS dificilmente concede este benefício de imediato, ou seja, concede primeiramente, e por muito tempo, o auxílio doença, pois este tem renda menor. Assim, muitas vezes é necessário requerer a conversão do auxílio doença em Aposentadoria por Invalidez.

BENEFÍCIO ASSISTENCIAL AO IDOSO E DEFICIENTE

O Benefício da Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/LOAS) é a garantia de um salário mínimo mensal ao idoso acima de 65 anos ou ao cidadão com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo, que o impossibilite de participar de forma plena e efetiva na sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas. Para ter direito a renda por pessoa tem que ser 1/4 do salário-mínimo.

REVISÃO

Muitas são as revisões de benefícios que podem ser feitas através de um Processo Judicial. Assim, são levadas em conta várias fatores, quais são: data da concessão do benefício, tipo de benefício concedido, critérios utilizados na concessão do mesmo, entre outros. Fale conosco e tire suas dúvidas através do 11 4727-2497.

AUXÍLIO RECLUSÃO

Este benefício também é pago aos dependentes, mas desta vez, aos do recluso. Algumas condições são exigidas pela previdência, tal como: a estipulação de um valor máximo do último salário de contribuição do segurado. Assim, é necessário avaliar cada caso para saber se há o direito à concessão do auxílio.

Cobertura

Regiões de Arujá, Bertioga, Biritiba-Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis, Santa Isabel, Suzano, São José dos Campos. O escritório disponibiliza de assessoria jurídica nos processos administrativos nas Agências do INSS da região.